Trabalho remoto

Implementando trabalho remoto sem VDI

O efeito COVID-19 e o “novo normal”

  1. O paradigma de isolamento imposto pela crise COVID-19 está mudando permanentemente a maneira de trabalhar e estudar, pois muitos funcionários e estudantes passaram a trabalhar ou aprender em casa, incentivados por suas empresas e escolas não apenas por reconhecerem a necessidade imediata, mas também os benefícios desse ambiente, por várias razões, e que devem permanecer como o novo “normal”, seja em tempo integral ou período parcial.
  2. Isso traz um novo desafio para a indústria de TI resolver: como fornecer um ambiente de sistema e software acessível, confiável, de alto desempenho, compatível, estável e seguro, que possa ser usado por funcionários, alunos, professores, etc. a partir de suas residências? E como fazer essa alteração de forma rápida e minimizando problemas, custos, interrupções e esforços?
  3. Os administradores de TI estão empenhados em alcançar soluções viáveis para um aumento tão abrupto nas demandas dos usuários remotos. VDI (não importa se o tradicional no local ou baseado na nuvem) é o produto mais óbvio para comprar, mas a experiência mostra que está repleto de gargalos, problemas de compatibilidade e limitações de desempenho, e depende muito da infraestrutura do ambiente hospedado bem como do lado do cliente, especialmente conexão à rede. Além disso, a complexidade e o tempo de implementação demandam tanto esforço, e o custo é tão alto que, em muitos casos, não vale a pena.
Phantosys-vs-VDI-for-remote-users
Phantosys vs VDI para usuarios remotos

Considerações para habilitar trabalho em casa

VDI / Cloud-Desktop

VDI existe há muitos anos, e mesmo seu formato baseado em nuvem não é novo (cloud-desktop). Embora os fornecedores de soluções queiram vendê-lo como um substituto de PC com melhor custo total e com a conveniência de ser acessível a partir de qualquer lugar por qualquer dispositivo, na realidade, sua adoção traz exigências pesadas, complicações e desvantagens, especialmente para grande quantidade de usuários remotos, tais como:

  1. Custos elevados para implementação e manutenção, e frequentes despesas não planejadas.
  2. Servidores e armazenamento precisarão ser expandidos para atender à crescente demanda.
  3. É necessário licenciamento de software adicional, incluindo servidores, armazenamento, gerenciamento, bancos de dados e licenças de acesso ao Virtual Desktop.
  4. O ambiente de rede pode precisar ser aprimorado de acordo com as demandas das conexões.
  5. Um fardo pesado de taxas de licenças VDI e taxas de manutenção anual.
  6. Custos de gerenciamento e um ambiente complexo que requer uma equipe de TI altamente especializada.
  7. Custo de espaço alocado para servidores, refrigeração, consumo de energia, especialmente se o volume de clientes for alto.
  8. Limitação de largura de banda, especialmente no ambiente WAN.
  9. Os problemas de compatibilidade geralmente precisam de uma solução alternativa para alguns periféricos e aplicativos, não apenas um desafio para implementar, mas também sujeitos a serem afetados por alterações e atualizações.
  10. O desempenho é muito limitado, geralmente aceito apenas para programas básicos ou aplicativos baseados na Web.
  11. Talvez VDI funcione bem o suficiente em um ambiente de LAN para um pequeno número de clientes, mas pode se tornar uma verdadeira dor de cabeça para centenas ou milhares de clientes na LAN ou WAN.
  12. O usuário ainda precisa de um dispositivo terminal para acessar o sistema hospedado (executado no lado do servidor), criando uma camada de recursos adicional que também precisa de gerenciamento e manutenção.
  13. Os notebooks de usuários remotos ainda precisam inicializar a partir de um sistema operacional local (não gerenciado) para acessar os sistemas hospedados em VDI.
  14. Elevado risco de comprometimento da operação da empresa no caso de indisponibilidade dos recursos totalmente centralizados nos servidores.
  15. Seu custo total de propriedade pode variar bastante, dependendo do número de clientes e dos requisitos de desempenho, e geralmente se torna inacessível.

Isso é fato: mesmo os especialistas e defensores de VDI não deixam de usar e confiar em um sistema operacional local, aplicativos e arquivos em seus notebooks.

IDV/Phantosys

Phantosys também tem uma longa história (mais de 10 anos) e tem sido uma ótima opção para iniciativas de BYOD, o que o torna perfeito para usuários que trabalham em casa.

Os funcionários podem usar seus notebooks pessoais para acessar sistemas e dados fornecidos pelo departamento de TI da empresa, e os alunos podem acessar sistemas prontos para uso fornecidos por escolas, incluindo aplicativos de software especializados.

Em ambos os casos, eles podem carregar e usar um sistema completamente separado (via Phantosys Vdisk) utilizando todos os recursos do seu próprio computador, mas sem nenhuma conexão com os sistemas pessoais armazenados no Notebook. As vantagens de Phantosys são claras:

  1. Não há risco para teste (POC) ou implementação. Não há necessidade de investimentos ou alterações significativas em infraestrutura, licenças de software, dispositivos clientes. Uma avaliação que pode ser iniciada imediatamente pode se tornar uma implementação em produção em poucos dias ou, no caso improvável de reprovação, pode ser facilmente retomada no ambiente de software anterior.
  2. Requisitos para o servidor são mínimos e qualquer PC de baixo custo pode ser alocado como servidor.
  3. Sem despesas extras para renovar o hardware existente de PCs e ambiente de rede.
  4. Sem custos adicionais para aplicativos de software e licenças Windows se as licenças por volume já tiverem sido adquiridas.
  5. Não há problemas de compatibilidade, pois todos os periféricos e softwares executam sobre os recursos locais do PC – como qualquer PC / notebook independente.
  6. Nenhuma licença de Windows Server Cal é necessária porque o servidor Phantosys pode ser instalado no Windows 10/7 e em breve oferecerá suporte a Linux (clientes Linux já são suportados).
  7. Operação autônoma do cliente dispensa a conexão permanente do servidor, portanto, não são necessários servidores de balanceamento de carga / redundância.
  8. Permite otimizar sistemas adequados ao hardware atual/existente do PC para se tornar um dispositivo totalmente gerenciado (solução IDV).
  9. O desempenho e a compatibilidade permanecem os mesmos de sistemas locais de PC/Notebook.
  10. Como os sistemas são carregados no HD do PC e executados localmente, a largura de banda da WAN pode ser 100% alocada para transmissão de dados se o armazenamento de dados em nuvem for aplicado.
  11. PCs e notebooks podem ser usados ​​sem conexão com o servidor Phantosys por até 14 dias, caso o servidor esteja inoperante ou a rede indisponível.
  12. A arquitetura distribuída e processamento descentralizado elimina o risco de comprometimento geral da operação em caso de indisponibilidade de servidores.
  13. As tarefas de gerenciamento são bastante reduzidas e a administração de Phantosys é simples o suficiente para um profissional iniciante. Assim, os custos de suporte de TI podem ser minimizados em até 90%.
  14. O TCO (custo total de operação/propriedade) chega a ser 50% ou menos, em comparação com VDI.

Os usuários de Phantosys logo esquecem ou até desinstalam o sistema operacional local de seu PC/Notebook, quando comprovam que os sistemas fornecidos por Phantosys são completamente autônomos, seguros, facilmente atualizados e recuperáveis ​​instantaneamente, e têm o mesmo desempenho que um sistema operacional local padrão.

E uma NOVA opção combina o melhor dos dois mundos: a solução WORKSTATION FARM “Powered by Intel and Phantosys”

Para cenários com processamento gráfico intensivo, renderização 3D, IA, VR, pesquisa científica e outras demandas de alto desempenho, sugerimos a aplicação do conceito “Intel Workstation / PC farm” como solução alternativa a VDI. Consulte-nos para saber mais detalhes.

Intel Workstation Farm Powered by Phantosys
Intel Workstation Farm Powered by Phantosys
Entre em contato conosco para obter mais informações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top